"Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." Romanos 12:2

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Cinco Sinais de um Péssimo Chefe

Artigo publicado pelo The Wall Street Journal mostra que liderar uma equipe realmente não é uma tarefa muito fácil. Os líderes, sendo totalmente responsáveis pelos resultados e cumprimentos de metas dos funcionários, têm a grande missão de manter o foco das atividades.

Muitos acabam errando por falta de treinamento e experiência em gestão de pessoas, o pior é que quando esse líder recebe criticas sobre sua atuação e não as considera. Isso vai impactar na forma de como os seus liderados vão se comportar no trabalho. Gerando uma grande desmotivação e aumentando a rotatividade de pessoas na corporação.

Pensando em ajudar a mudar essa mentalidade destrutiva, segue cinco sinais para identificar esse tipo de chefe.

  1. Um forte apelo à comunicação via correio eletrônico

    Não podemos negar, a comunicação por meus eletrônicos e digitais é um fato, porem palavras mal colocadas em um e-mail podem causar estragos enormes de entendimento entre o profissional e seu chefe. Segundo uma consultora autora de livros e profissional de gestão que atua com a etiqueta no ambiente de trabalho, Barbara Pachter, esses lideres com comportamento de um "Ogro", apresentam o que ela chama de “Efeito BlackBerry”.
  2. Conversa direta inexistente

    Possuem a crença de que o e-mail é mais apropriado para solicitar algo, assim evitando discussões difíceis. Porem uma conversar pessoalmente pode gerar confiança entre chefe e profissional.
  3. Doenças relacionadas ao trabalho

    Comprovado cientificamente que péssimos chefes podem ser prejudiciais à saúde de seus liderados. Estudos suecos, de 2008, mostraram através do acompanhamento de mais de três mil homens, em um período de dez anos, que aqueles que foram liderados por péssimos chefes tinham de 20% a 40% a mais de probabilidade de adquirirem doenças do coração.
  4. Prazos fora da realidade

    O não cumprimento de prazos pelos profissionais é um sinal de que a liderança vai de mal a pior. Uma característica de lideres novos, devido à falta de experiência os mesmos são levados a estipularem prazos que não podem ser cumpridos dentro de uma normalidade de trabalho. Exemplo disso tem-se atualmente vários profissionais trabalhando mais e 14 horas em suas empresas e ainda levando trabalho para casa, após chegada de seu novo chefe. Seu líder prometia prazos impossíveis de serem cumpridos aos clientes e a sua equipe se esforçava ao máximo para cumprir.
  5. Gritos

    Uma característica de falta de educação, que mexe com a moral dos funcionários, criando um ambiente de trabalho que parece mais um filme de terror e baixando a produtividade. Como o profissional vai se sentir coagido o dialogo com o chefe será evitado, pois caso aparece um problema no trabalho ele não vai procurar o chefe, pois sabe que será recebi aos berros.
Se você é um líder em sua empresa e esta apresentando esses comportamentos à hora é essa de mudar sua forma de pensar. Caso você conheça alguém assim envie esse post para ele ou ela, só não posso lhe garantir qual será a reação...

Um forte abraço,

 
André Luis

Reações:

2 comentários:

Luis Hipolito disse...

Tudo bem?

Você é meu seguidor no diHitt e agora sou seu seguidor neste blog. Infelizmente, esse é o tipo de cheque mais comum que existe hoje em dia e o pior é quando as pessoas não tem opção de mudar de emprego. Um abraço!!!

Leonardo disse...

Minha chefe as veses berra de mais, é boa pessoa, mas realmente tenho receio em solicitar algo pra ela.
Nem pensar em mandar esse post pra ela... Rs!

Parabéns pelo blog.

Postar um comentário